Passeando por Olinda e Recife Antigo

Praça da Sé, Olinda, PEEsse é o meu roteiro do 2º dia em Recife (o roteiro completo você pode acompanhar aqui):

No sabado, eu tinha companhia para passear. Liana foi comigo pra Olinda e Anderson nos encontrou lá. Ficamos com medo da chuvinha de manhã e acabamos atrasando nossa saída do albergue. Dica: ignore a chuva e vá, porque ela passa logo. Tivemos que fazer tudo mais corrido pra dar tempo. E não deu. Se tivessemos saído por volta das 9h, dava tempo tranquilo.

Na praia de Boa Viagem pegamos um ônibus para Olinda. São 7Km apenas. Então, mesmo o ônibus dando voltas na cidade, chegamos em uns 20 min. O Anderson foi de taxi e gastou menos de R$30.

Farol de OlindaOlinda:

Começamos pela Praça do Carmo, onde pegamos um mapa na casinha de Informações Turísticas. Subimos pela Rua São Francisco e descemos pela Ladeira da Misericórdia. Assim, passamos por: Igreja do Carmo, Convento de São Francisco, Igreja N. Srª das Graças e Seminário de Olinda, Praça da Sé e elevador panorâmico (estava parado e subimos de escada), lojinhas de artesanato com apresentações de grupo de dança local (frevo) e bonecos gigantes, Museu de Arte Sacra, várias outras igrejas (a maioria fechada), Mercado da Ribeira com exposição de Bonecos Gigantes, Mosteiro de São Bento, outros prédios históricos, até voltar para a Praça do Carmo. Ficamos bastante tempo na Praça da Sé. Mas dá pra fazer esse roteiro em cerca de 3-4h.

Apresentação de Frevo em Olinda

Apresentação de Frevo em Olinda

 

marco-zero

De Olinda voltamos de ônibus pro Recife Antigo. Tivemos um baita contratempo, pois o trocador nos falou para descer num lugar super deserto e longe dos pontos turísticos, isso depois do ônibus ter andado todo o Recife Antigo. Sacaneou a gente mesmo. Portanto, não confie. Ande com um bom mapa ou pergunte para vários passageiros de boa vontade.

Recife Antigo: Começamos pelo Marco Zero, onde a outra parte do grupo, recém-chegado, nos aguardava. Só deu tempo de ver a vista do porto e do Parque das Esculturas, e aproveitamos bastante o Centro de Artesanato.

Centro de Artesanato de Recife

Casa de Cultura: um antigo presidio

Casa de Cultura: um antigo presídio

O restante dá pra fazer se você começar Olinda de manhã e terminar pela hora do almoço. Veja o restante do roteiro que eu havia preparado:

R. Bom Jesus (feira aos domingos 14-20h), 1ª Sinagoga, Pç do Arsenal, Torre Malakoff, Embaixada dos bonecos gigantes, Pontes sobre o rio Capiberibe, Shopping Paço Alfandega (local da primeira alfândega brasileira com paredes de tijolos antigos), Mercado Municipal, Mercado São José, Pátio São Pedro, Conj arquitetonico Pç Republica (palácio do governo), bar As Galerias (R da Guia, 183 – maltado e bolo de amendoim), Igreja Madre de Deus, Casa da Cultura (antigo presídio).

Tardinha ou noite – Passeio de Catamarã, saindo do cais do Forte 5 Pontas às 16h e 20h.

Para fechar o dia: bar O Central, R. Mamede Simões, 144, uma travessa da R Aurora. Coma o sanduíche de faláfel no pão sírio.

No dia seguinte começou nosso tão esperado congresso, que durou da domingo a 5ª feira. Num dos dias, fugimos na hora do almoço para a Cachaçaria Carvalheira. Deu cerca de R$30 o taxi, desde Boa Viagem (na altura da Praça, mais ou menos). Mas há uma estação de trem próxima, então pode-se usar o trem vindo do Recife Antigo, por exemplo. A Cachaçaria é muito maneira, toda decorada com barris e equipamentos antigos. Pagamos R$10 pela visita guiada que inclui caipirinhas feitas com a cachaça Extra Premium (magnífica!) e degustações das cachaças produzidas. As aromáticas (canela) e a Santa Dose (com mel e limão, gelada) são maravilhosas. Lógico que todos saíram alegres e com garrafas debaixo do braço. Também vale comprar o bombom com recheio de cachaça (devia ter comprado mais), o bolo de rolo deles (o melhor que comi no Recife) e o pingo de rapadura. Tuuuudo muuuito bom! E juro que não foi a bebedeira que fez ficar bom, porque provei sóbria em casa depois e queria mais! rs

cachacaria

 

Só voltei a turistar mesmo na 6ª feira, indo para Ilhas de Itamaracá e Coroa do Avião, com passagem pelo Projeto peixe-boi. Veja no próximo post!

Se você tem interesse em saber como foi o Congresso Brasileiro de Primatologia, dê uma olhada no post do meu outro blog (blog do Projeto de Conservação da Fauna do Jardim Botânico do Rio de Janeiro).

Veja mais images desse roteiro aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s