Recife: Boa Viagem, Dois Irmãos e Brennand

IMG_0823Vamos ao meu roteiro do 1º dia em Recife (o roteiro completo você pode acompanhar aqui):

Cheguei na 6ª feira às 10h no aeroporto. Peguei um taxi até Boa Viagem, que é bem perto e deu R$10 (Pedir pelo taxímetro!). Estava com hospedagem reservada no albergue Arrecifes Hostel. Como o horário de check-in era só 14h, apenas deixei minha bagagem na recepção e saí pra me aventurar.

1ª parada: praia de Boa Viagem

Placas de alerta sobre tubarão em Boa Viagem

Placas de alerta sobre tubarão em Boa Viagem

Andei umas 4 quadras e cheguei. Precisava verificar as histórias sobre tubarões. Realmente a praia é muito bem sinalizada, com placas bem explicativas a cada 100m. Apenas um trecho da praia possui recifes protegendo a parte mais rasa e ali pode-se tomar banho APENAS quando a maré está baixa. Na semana em que eu estive lá a maré estava alta todos os dias e nem dava para ver os recifes. Portanto os tubarões poem passar por cima dos recifes e chegar a área mais rasa. Nesse caso, NÃO ENTRE NA ÁGUA. Na duvida, não entre NUNCA no mar. Deixe pra dar mergulhos em outras praias com menor risco, como Porto de Galinhas, há poucos kilometros ao sul.

Portanto, só é mordido por tubarão quem é abusado. O legal é que conversei com várias pessoas da cidade, e elas acham que tem que deixar o tubarão ali, que é a casa deles. (Isso aí!!!) Mas também relatam que existem ações de caça e matança de tubarões e incentivos financeiros para pescadores que provarem que mataram tubarões, que triste… Os tubarões que podem ser encontrados por ali são:  flamengo, cabeça-chata, lixa e tigre. Entenda por que ocorrem tantos ataques de tubarão em Recife.

Fui andando pelo calçadão até a Praça de Boa Viagem e conheci um figura chamada “Chico Cheiroso”. Ele vende raiz de sândalo e acabou me acompanhando e me contando toda a sua incrível e nada fácil história de vida. Já na Praça, ela tem uma Igreja fofa, azulzinha, que data de 1707!

Chico Cheiroso e a Igreja N. Srª da Boa Viagem

Chico Cheiroso e a Igreja N. Srª da Boa Viagem

Eu precisava ir até a UFRPE. Peguei 2 ônibus para chegar lá. Aproveitei e fui (andando da Rural) até o Parque Dois Irmãos, onde fica o Zoológico. Almocei na entrada do parque. O Zôo é razoável, mas amei o setor de primatas, porque tem as 2 espécies de macacos-prego da região. Também vi os saguis em vida livre.

Parque Dois Irmãos: entrada, açude central e lanchonetes. Há ainda um restaurante e parquinho infantil

Parque Dois Irmãos: entrada, açude central e lanchonetes. Há ainda um restaurante e parquinho infantil

Primatas no Zôo do Parque Dois Irmãos: saguis (em vida livre) e 2 espécies de macacos-prego (em cativeiro)

Primatas no Zôo do Parque Dois Irmãos: saguis (em vida livre) e 2 espécies de macacos-prego (em cativeiro)

Na volta, aproveitei a parada na UFPE (a Federal, na Várzea) e estiquei até um dos Museus Brennand, que ficam bem próximos. Dá pra ir andando, mas me perdi e peguei um taxi, que me custou R$6. Visitei o lindo castelo Instituto Brennand, com uma coleção incrível de peças de arte. São quadros, estátuas gregas, objetos orientais e medievais… super eclético! Curiosa a coleção de espadas, facas e canivetes com centenas de itens em dezenas de murais de vidro.  O Instituto fica aberto de 13-17h com entrada de R$15. Há um trenzinho que leva e busca os visitantes até o portão pra rua. Queria ter ido à Oficina de cerâmica, ali perto. Mas fui informada que já estaria fechado às 16h na 6ª feira.

Instituto Brennand: complexo com 3 prédios, onde nos 2 ultimos estão o acervo do museu

Instituto Brennand: complexo com 3 prédios, onde nos 2 ultimos estão o acervo do museu. Lindos!

Jardins e acesso do Instituto Brennand. Tão lindo que não consegui escolher uma foto só...

Jardins e acesso do Instituto Brennand. Tão lindo que não consegui escolher uma foto só…

A eclética coleção do Museu Brennand: esculturas orientais, gregas, medievais, vitrais, quadros, espadas , facas e canivetes...

A eclética coleção do Museu Brennand: esculturas orientais, gregas, medievais, vitrais, quadros, espadas , facas e canivetes…

Lanchonete no Instituto Brennand e trenzinho que transporta os visitantes até a rua

Lanchonete no Instituto Brennand e trenzinho que transporta os visitantes até a rua

Peguei outro ônibus no ponto final na UFPE e voltei pra Boa Viagem para um merecido descanso no albergue e encontrar os amigos que já teriam chegado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s