De Buenos Aires para o Zôo de Lujan: como chegar

Dando 2L de leite para o tigre filhotão

Dando leite para o tigre filhotão: 1 ano e meio e 120Kg

É talvez o roteiro menos conhecido, saindo de BsAs. Mas foi sempre o mais solicitado por meus amigos (e desconhecidos). Vale cada Km rodado!

O Zoológico de Lujan fica fora da capital Federal, a 67 km de Buenos Aires. Para quem gosta de animais e quer ter a oportunidade única de interagir com eles, é passeio imperdível!!!

Como chegar:

  • Se estiverem em grupo de 4 pessoas, a melhor opção para chegar lá é o táxi, demora uns 40 minutos.
  • Também existe a possibilidade de ir com um guia ou agência.
  • Ou ir de ônibus, que é tranquilo, como eu fui: leva quase 2 horas (eu peguei engarrafamento e levei mais que isso), mas vale a pena. O ônibus é o 57 rápido, que sai da Plaza Italia em Palermo, e vai em direção a cidade de Mercedes. Atenção que existem vários ônibus 57, confirme se passa no Zôo de Lujan. Compre o ticket na boleteria que fica ao lado do ponto. Custou 7,50 pesos (na ida pode pagar com notas, mas na volta só aceita moedas!!! Ou você pode comprar a volta na lojinha dentro do Zoo). Pedimos pro motorista nos avisar quando chegasse na parada do Zôo.
Entrada do Zôo de Lujan com os brasileiros que conhecemos lá. Observe as pequenas placas de identificação.

Entrada do Zôo de Lujan com os brasileiros que conhecemos lá. Observe as pequenas placas de identificação.

O Zôo fica em frente a um viaduto, do outro lado da estrada. Não tem letreiro chamativo. Se o motorista não avisasse, ia passar batido, porque é uma parada que quase ninguém desce.

A entrada custou 40 pesos. O Zôo é meio só para turistas, no dia que fui só tinha uns 10 brasileiros. Não tem muitos animais não, é feio e lamacento, mas a oportunidade de pegar nos felinos vale tudo isso.

O que você pode fazer: entrar na jaula dos Tigres e Leões (bebês e filhotões), dar comida a eles e passar a mão, andar de Dromedário, dar comida na boca do Urso… Há uma mini-fazendinha com animais como cavalos, pôneis, cabras, etc. que também dá para interagir. Além de ver outros animais que estão lá mas não pode entrar na jaula, como os macacos e felinos adultos. Foi o que eu fiz mega feliz. Mas li relatos posteriores sobre também dar comida para o elefante, pegar em cobras, aranhas, iguanas, e entrar no viveiro dos pássaros. Acho que depende de haver esses animais disponíveis em idade que permita interação.

Incluindo a minha opinião sobre o comportamento dos animais, que sempre me perguntam: Não estão dopados. Só podemos chegar perto dos filhotes (pequenos ou grandes, mas ainda filhotes). Eles são criados com cachorros e por tratadores bem atenciosos, deixando-os mansos. Sempre há visitantes nos recintos e eles ficam bem acostumados a presença de humanos. Mas quando adultos… ficam isolados e só podemos ver pelas grades. Felinos são animais noturnos, então vê-los dorminhocos durante o dia é normal, e não sinal de dopping. Quando eu fui, não pudemos entrar no recinto com uns 10 leões filhotões, porque eles estavam super agitados após resolverem jogar “futebol” com o galão de leite. Era tanto corre-corre de leões que não foi seguro entrar. Não é um comportamento de animais dopados, né?

Eu e leoa

Eu e leoa: abraço, carinho e beijo!

Instruções básicas (caso você não entenda espanhol): não botar a mão na cabeça dos felinos, nas patas, nem no rabo, e tocar com firmeza o animal, sempre no sentido do crescimento dos pelos.

IMG_0600O lobo-marinho costuma arrotar com cheiro de peixe na cara das pessoas. Se você for fresco, evite eles! rs

Se estiver chovendo ou chuviscando a DICA é ligar antes (02323-421530/431793)! Algumas pessoas disseram que pode fechar. Mesmo aberto, atrapalha um pouco, pois é tudo ao ar livre e fica uma lama só. Quando eu fui, choveu. Fiquei mesmo assim. Nos protegemos na lanchonete de lá e assim que diminuiu fomos aproveitar na lama mesmo!

Dicas:

  • Vá com roupas escuras, pois voltamos todos sujos.
  • Vá durante a semana, quando fica vazio e a probabilidade de entrar em todas os recintos é bem maior. Parece que nos finais de semana dificilmente abrem o recinto dos leões.
  • O ideal é chegar por volta das 9:30-10h, horário mais vazio, para entrar nos recintos com calma. Perto da hora do almoço os animais estão mais agitados e tem muita gente, o que gera filas de espera.
  • Dica mais valiosa: o segredo para conseguir segurar os filhotinhos e fazer muitas fotos passando a mão, abraçando, beijando ou dando leite numa pet de 2L para filhotões de tigres e leões é dar generosas gorjetas para os tratadores ANTES de entrar nos recintos. Se estiver com um grupo (mesmo de desconhecidos), combinem de entregar todos juntos, porque o volume faz diferença.
Filhote de leão e no recinto com 7 tigres

Filhote de leão e no recinto com 7 tigres

Leia também:

38 opiniões sobre “De Buenos Aires para o Zôo de Lujan: como chegar

  1. Vou a Buenos Aires no mês que vem e meu namorado quase não consegue se conter de expectativa de ir ao Zoo de Lujan. Queria saber três coisas.
    1- É melhor ir de tênis ou de botas ( por causa da lama pois abril tem uma incidência considerável de chuva)?
    2- Quanto de gorjeta seria o ideal ( estamos em 2 e não queríamos dar nem demais nem muito pouco)??
    3- Esse é o tipo de passeio que dura um dia todo ou podemos nos programar para fazer mais coisas nesse dia?

    Curtir

    • Olá, Carol!
      Eu adorei ir ao Zoo de Lujan. Tomara que vocês gostem também. Depois da viagem volte aqui para nos dizer.
      Respondendo suas perguntas:

      1- Eu fui em dia de chuva e um tênis foi suficiente.

      2- O ideal é tentar se juntar com mais pessoas que estejam no Zôo e entrar nos recintos como se fossem um grupo. 6 pessoas é bom,mais que isso fica muita gente. Juntem o grupo e conversem antes sobre todos darem a gorjeta juntos e assim que entrarem pelo 1º portão do cambiamento do recinto (aquele espaço entre 2 portões que serve de segurança para nenhum animal fugir). Quanto dar depende um pouco do quanto você pagaria por essa experiência sendo realizada da melhor maneira possível. No grupo que formamos com os brasileiros que conhecemos no Zôo cada um deu uma quantia diferente, o quanto podia ou achava justo, e variou de R$5 a R$30, equivalente a cerca de 20 a 100 pesos argentinos. O volume fez a diferença. Mas considere dar cerca de R$10, uns 35 pesos argentinos. Já é uma boa quantia.

      3- No zôo de Lujan você vai passar metade do dia, mas vai gastar um bom tempo no deslocamento de ônibus indo e vindo. Eu peguei bastante engarrafamento, e o ônibus demorou bastante a passar na volta. Então durou praticamente o dia todo. Chegamos de volta a Palermo no final da tarde, mas ainda claro. Apenas lanchamos no Zôo, então chegamos com muita fome e fomos direto procurar um restaurante para um almoço tardio. Aí começou a anoitecer. Ficamos apenas com a noite livre. Depois de um bom banho no hotel, fomos para o shopping Galerias Pacífico (ou um jantar com tango em Puerto Madero, também vale!)

      Beijo, Cris.

      Curtir

    • Olá, Simone. Que bom que você está gostando. Ficamos felizes. 🙂
      Olha, a gorjeta não é obrigatória, mas ela garante que você possa desfrutar melhor do tempo que ficar nos recintos. Dando gorjeta antes de entrar ou assim que entrar ao tratador, você consegue ficar mais tempo, chegar mais perto dos animais, fazer mais fotos, etc. Vimos uma diferença absurda quando entramos no recinto dos filhotes (sem dar gorjeta) e quando entramos no recinto dos “jovens” (com um grupo maior de brasileiros e todos dando a gorjeta juntos). Então, vale a pena.
      Beijo, Cris.

      Curtir

  2. Olá Cris…

    Irei com a minha namorada em janeiro de 2015, ela esta doida para conhecer esse zoologico, a minha duvida é no retorno ao hotel, vamos ficar no Hotel Uthgra De Las Luces, que fica ao lado do Café Tortoni, você pode me indicar um ônibus para a volta?

    Curtir

    • Olá, Thiago! Tudo bem?
      Olha, Lujan é outra cidade, fora de Buenos Aires. Então o único caminho é esse mesmo que expliquei no post. Tem que ir pra Praça Italia em Palermo (de metrô, ônibus, táxi) e lá pegar o 57 rápido. Na volta, a mesma coisa. 😉
      Eu achei uma ótima andar de metrô em BaAs. Veja nesse site o caminho (a Plaza Italia está na linha verde D, e o Café Tortoni bem perto da Plazade Maio, na linha azul clara A) http://mapa-metro.com/pt/Argentina/Buenos%20Aires/Buenos%20Aires-Subte-Mapa.htm
      Boa viagem e curtam bastante BsAs.
      Eu vou dar uma passadinha lá no início de outubro como escala estendida voltando do Ushuaia. Trago mais novidades em outubro 😉
      Abraços, Cris.

      Curtir

      • Oi Cris! Tudo bem?

        Vou com minha esposa e meus dois filhos para Buenos Aires, agora em Março/2015. Gostaríamos de saber se você retornou mesmo em outubro, como disse acima, e se tem novidades. Uma delas é a respeito da pergunta lá embaixo, sobre o preço dos ingressos ao Zoo de Luján. Você sabe se realmente teve aquele aumento expressivo? Entrei no site deles e verificamos que o valor para turistas é esse mesmo ($400,00), diferentemente do valor para argentinos. Outra coisa: Tem alguma dica de hotel, de preferência com cozinha no quarto? (Meu filho mais novo é um bebê e minha esposa gostaria da cozinha para preparar algumas comidinhas para ele).

        Obrigado!

        Beijos! Deus te abençoe!

        Parabéns pelas dicas! Gostamos muito!

        Curtido por 1 pessoa

  3. Lujan é o Paraíso!!!! Todos os animais são muito bem tratados, saudáveis e respeitados!!!! E são muito felizes, sim!!!! Tem muita gente que é contra este zôo, várias sequer sem ter pisado lá e acusam, levianamente e sem comprovações que os animais são dopados ou explorados pelo ser humano egoísta, tirando as características selvagens das “feras”. Ser contra o confinamento também sou, mas o Planeta não mais oferece segurança aos animais selvagens e exóticos. Espero que as pessoas que tanto criticam Lujan, também invistam seus tempos e comentários nas campanhas e ações que auxiliam nas causas para que selvas e savanas se tornem ambientes seguros e favoráveis à vida selvagem.

    O problema maior é que a “natureza” se tornou o pior lugar para estes animais viverem “livres”, seguros e felizes, pela ação do próprio homo “sapiens”… Sao caçados por toda a parte do mundo, sem grandes atenções ou intervenções das autoridades… pra virarem casaco, tapete, bolsa ou simplesmente pra se tornarem troféus empalhados nas paredes… Em Lujan, ao menos, são alegres, não ficam isolados como os que vivem em zoos tradicionais e nem se encontram na mira permanente de rifles ou sem alimentos após a destruição humana de suas cadeias alimentares. Vi em Lujan tigres, leões, todos os animais bem a vontade, brincando entre eles, “namorando” ardorosamente, um tanto de filhotinhos felinos… A reprodução espontânea também confirma a confiança dos animais no ambiente em que vivem, se sentem à vontade e seguros. Bem diferente do estresse e depressão da grande maioria dos animais que vivem em zoológicos convencionais ou em habitats naturais sem condições básicas de sobrevivência.

    E que Deus e Sao Francisco abençoem Lujan e as pessoas que nele trabalham com tanto amor, profissionalismo e respeito aos animais. Lujan desenvolve um trabalho muito serio e responsável com todos os animais abrigados ou nascidos no local, propiciando àqueles que amam animais uma experiência única!!!! Queria demonstrar ao vivo aos animais que lá se encontram um pouco do amor que tenho por eles. E minhas fotos não sao troféus!!! (sequer tenho registro em qualquer rede social ou intenção de expô-las como tal). Minhas fotos registraram encontros de muito carinho e respeito. ❤

    E para você que quer visitar Lujan: Vá!!! Se espera por um local com infra estrutura de Parque Orlando, de fato irá se frustrar. Tenha as suas próprias impressões e conclusões! O local é limpo, banheiros organizados e as jaulas são limpas. Lujan nao recebe apoio financeiro de nenhuma instituição governamental e não tem fins lucrativos . Seu ingresso ajudará sim a custear aquela estrutura modesta, mas que reabilita animais abandonados, doentes e que trata com muita dignidade e amor da saúde física e mental de todos eles. ❤

    Curtir

  4. Oi, estou aqui na Argentina e encontrei uma colega que foi de taxi até o Zôo de Lujan e disse que a entrada era $ 400,00, você disse que pagou $ 40,00 será que aumentou tanto assim

    Curtir

    • Olá, Fabiano.
      Não sei mesmo quanto está a entrada agora. A argentina passou recentemente por crise financeira e não sei se a inflação e flutuação de preços foi tão grande assim. De qq forma, já tem alguns anos que fui (em 2009). Se seu amigo foi recentemente e disse que está $400, pode ser.
      Abraços

      Curtir

  5. Oi bonita.
    Estou em Buenos Aires e vou amanhã (sábado) ao zoológico.
    O valor agora é de 400 pesos.
    Mas fiquei triste com uma coisa: só vou conseguir pegar filhotinhos no colo, se der gorjeta?
    Poxa, já acho meio carinho pra entrar lá e ainda ter que dar gorjeta pra dar uns amassos naquelas fofuras?
    De qualquer forma, suas dicas são incríveis (estou na Viamonte – Hotel Viamonte) e bem na esquina tem uma HAVANNA.
    Já vou correr lá pra comprar os presentinhos (seguindo sua dica no outro post).
    Legal demais ver pessoas como você sendo tão solícitas em passar informações vitais pra quem sai do país. Adorei.
    Beijão.!

    Curtir

    • Bom dia, Dani. Você já deve estar no Zoo hoje. Boa sorte em ver os bichos.
      Sobre pegar os filhotes no colo, nem dando gorjeta eu consegui. :/ Não é tão oba-oba quanto as pessoas falam ou acham não. Quando eu fui, os filhotes estavam grandinhos, bem maiores que cachorros, e não deixavam mais pegar no colo.
      Que bom que as dicas foram úteis para vc. É a intenção, dividir experiências para que mais viajantes tenham bons momentos.
      Volta pra contar como foi!
      Beijão

      Curtir

  6. Oi Cris! Vou a Buenos esse mês e estou pesquisando a melhor maneira de ir a Lujan. Estava vendo com agencia pela comodidade e pq dizem q os guias ja vao enfrentando filas e te chamando para os locais que tem menos gente, que conseguem de vc ficar mais tempo nas jaulas e tals…. mas Para ir e voltar com o preço do ingresso incluso esta na faixa de 210 reais. Estou achando meio caro…. vc que foi sozinha, o que acha? vale a pena ir sozinha de busao mesmo ou teria feito diferente?

    Curtir

    • Olha, Ana, eu fui sozinha, de ônibus, e foi super tranquilo.
      Vá durante a semana, de manhã cedo, e então pega o Zoo vazio. Não tinham filas qnd eu fui.
      Para ficar mais tempo nos recintos, o segredo é dar gorjeta boa, antes de entrar 😉
      Bj, Cris.

      Curtir

    • Boa noite, Dayane. Tudo bem?
      A entrada do Zoo? Comprei na própria bilheteria do Zoo mesmo. Que, na verdade, era uma mesinha com uma pessoa atendendo. rs
      Pra voltar, o ônibus demorou bastante a passar sim. Choveu, parou, e estávamos esperando.
      Os funcionários do Zôo sabem os horários que o ônibus passa. Então qnd vc chegar, já pergunta e fica de olho no relógio. Mesmo assim, pode atrasar. Pq o trânsito ali pode ficar ruim.
      Beijo, Cris.

      Curtir

  7. Oi Cris. Estou indo pra Buenos Aires com minha esposa em setembro. Esse negocio de gorjeta no zoo é liberado tipo em restaurante e hotel ou é algo do tipo “ei patrão deixa ai o do lanche e pode dar uns beijinhos no tigre por mais tempo” entende? hehehe Beijos

    Curtir

    • Olha, Afrânio, é algo meio termo. rs
      É liberado e legal. Os tratadores não vão te cobrar nada. O ingresso ao zoo já permite a entrada nos recintos. Mas se você der um agrado antes de entrar nos recintos, eles deixam você ficar mais tempo e fazer mais fotos. Vai depender se tiver muita fila também. Com menos fila ou nenhuma (como quando eu fui, num dia de semana chuvoso), os tratadores não se incomodam em deixar os turistas mais tempo.
      Mas nada de dar beijinhos no tigre! rs Há regras que devem ser seguidas pela segurança de todos e eles são rígidos.
      Beijo

      Curtir

  8. Oi, Cris. Que blog excelente, garota! Parabéns! Eu vou em janeiro de 2016 para Asunción, no Paraguai a negócios e pretendo, junto com uma colega, dar uma esticadinha rápida à Buenos Aires e de lá ir conhecer o Zoológico de Lujan, que é meu sonho há tempos. Que bom que os animais não são dopados, algumas pessoas tinham me falado isso e fiquei preocupada, pois amo animais. Só uma coisa: então eu não posso passar a mão na cabeça dos leões e nem dar mamadeira para os tigrinhos?
    Boa tarde, fica com Deus!

    Curtir

    • Oi, Lisieux
      Não se preocupe pois os tratadores vão explicar direitinho o que pode e não pode fazer.
      Eu trabalho com animais silvestres há 12 anos. Não sou veterinária, e sim bióloga. Mas no dia em que eu fui no Zoo de Lujan não vi nada que me indicasse que os animais estão dopados, muito pelo contrário. felinos dormem durante o dia, o que é absolutamente normal, ainda mais em animais domesticados.
      Beijo

      Curtir

  9. Deu saudades só de ler hahaha

    Mas não tive a mesma impressão que você quanto a serem “dopados”, estive lá em Novembro de 2013, como você, mas entrei na jaula com leões e tigres adultos, e fiquei com tanta pena, alguns animais não se aguentavam em pé.

    mas é como disse, foram impressões difierente.

    Bjus

    Curtir

    • Olá, Ligia.
      Sim, são impressões diferentes. Mas é sempre importante levar em consideração que felinos dormem durante o dia. Portanto, eles estarem dormindo não é necessariamente uma indício de dopping.
      Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijo

      Curtir

    • Olá, Katia. Tudo bem?
      Não sei informar a hora dos ônibus não. Na ida, fui até a Plaza Italia e já tinha um ônibus lá no ponto final. Aguardei alguns minutos para ele sair. Na volta, perguntei no Zôo os horários, e mesmo assim fiquei bastante tempo aguardando na estrada.
      Vá cedo e se informe na própria Plaza Italia, no guichê dos ônibus.
      Beijo

      Curtir

  10. Olá. Fiquei meio em dúvida sobre a questão a gorjeta… Eles aceitam numa boa? É só chegar e dar o dinheiro? Isso vale para todos ou temos que dar para todos os tratadores?

    Só mas uma perguntinha.. Quanto da mais ou menos um táxi do centro até o Lujan?

    Beijos e obrigada.

    Curtir

    • Olá, Karen. Tudo bem?
      Sim, eles aceitam numa boa e até esperam por isso.
      Na entrada de cada recinto, ficam 1 ou 2 tratadores para conduzir os visitantes e dar as orientações. Basta entregar, agradecendo, antes da visita começar. Melhor combinar com o grupo q vai entrar, mesmo se forem desconhecido, de entregarem juntos. O montante vai deixar os tratadores mais felizes. Se falar bem espanhol, converse com os caras, faça perguntas, se mostre interessado.

      São 2 ou 3 recintos onde se pode entrar. As vezes (depende do dia e da quantidade de visitantes no zôo), o mesmo tratador vai conduzir o grupo em outro recinto. Mas, se forem tratadores diferente, melhor dar gorjeta a cada um. Ou escolher apenas o recinto que mais te atrai, aquele onde vc gostaria de ficar mais tempo.

      Eu conheci um grupo de brasileiros no zoo e entramos juntos. Pagamos apenas em 1 dos recintos. No 3º recinto nem pudemos entrar pq os animais estavam bastante agitados, correndo muito (contrariando a lenda urbana de doping nos animais).

      Olha, Lujan é outra cidade, não é mais Buenos Aires. Então,além de sair bem caro, nem todo taxista vai querer ir lá. Melhor combinar um transfer. Ou encarar o ônibus mesmo, eu fui de bus tranquila. Vá cedo.

      Beijos

      Curtir

  11. O ônibus para LUjan não custa mais 7,50 pesos. O valor atualizado é 25,00 pesos por pessoa(cada viagem) e só pode ser pago com cartão SUBE. A ida e a volta fica 50.00 pesos por pessoa. A saída do ônibus continua na Plaza Itália.

    Curtir

    • Boa tarde, Alissa. Tudo bem?
      Conforme expliquei no post, na ida você pode comprar o ticket na boleteria que fica ao lado do ponto, ou pode pagar com notas ou moedas de pesos. Mas na volta só aceita moedas ou você pode comprar o ticket da volta na lojinha dentro do Zoo.
      Bom passeio!
      Beijo

      Curtir

  12. Ola,vou a Buenos Aires agora em Maio .Gostaria de saber uma coisa,ao entrar na jaula vc deve logo oferecer a gorjeta ou eles pedem ? Qual valor eles consideram uma boa gorjeta ? Devo fazer isso em casa jaula ?
    Vou sozinha com meu esposo de ônibus,ficarei hospedada na Recoleta

    Curtir

    • Boa tarde, Aline. Tudo bem?
      Olha, esse zoológico já é controverso, falar de gorjeta então é mais ainda. Mas vou te contar sobre a minha experiência porque eu, bióloga especialista em animais silvestres, fui, vi os animais, interagi com eles e não notei nenhum comportamento estranho que indicasse que os animais estavam sedados(e afinal só escrevi esse post e curti a experiência por isso). Gosto de deixar bem claro.
      Em 3 recintos diferentes fizemos coisas diferentes. No 1º, não demos gorjeta. Ficamos bem pouco e não nos deixaram pegar nenhum filhote, nem mexer muito neles. No 2º aconteceu algo parecido, e só demos gorjeta no final. No 3º encontramos um grupo de brasileiros e uma mulher sugeriu que juntássemos as nossas gorjetas e entregamos para o tratador antes de entrar, enquanto ele juntava o grupo. Deu super certo, ficamos lá bastante tempo, tiramos todas as fotos possíveis. Portanto, entregar a gorjeta antes, e em cada recinto, funciona melhor.
      É tranquilo ir de ônibus. Só vá bem cedo, e fique de olho nos horário da volta.
      Espero ter ajudado.
      Beijo

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s