João Pessoa: Centro Histórico e Mangai

Centro Histórico João Pessoa

Passamos uma semana em junho de 2015 na Paraíba: 4 dias em João Pessoa e 1 dia em Campina Grande. Nos posts anteriores, mostrei como foi nosso dia no passeio de buggy pelo litoral sul.

O 3º dia, uma 2ª feira, separei para conhecer o Centro Histórico. Primeiro porque os Centros costumam ficar muito vazios e mais perigosos aos finais de semana, depois porque queria aproveitar o dia de expediente.

Pegamos um táxi até a Praça Antenor Navarro, na Cidade Baixa.

No caminho, passamos pela Lagoa Solón de Lucena, completamente abandonada. Nem vale parar.

Chegamos em uma pequena praça com casas antigas coloridas bem preservadas. Quase todas são escritórios. Seguindo a praça, chegamos na Igreja de São Pedro. Na frente, o antigo Hotel Globo, hoje fechado e em obras (mas parece que havia um centro de informações turísticas funcionando nele). Com os portões fechados, vimos o que deu do Rio Sanhauá, ao fundo do hotel, dali da calçada.

Hotel Globo João Pessoa

Voltando pela praça, seguimos a rua subindo a ladeira de São Francisco (rua mais antiga da cidade, e meio deserta), passando pela Casa da Pólvora e seguindo pelo trecho sem saída para carros até a Igreja São Francisco (e Centro Cultural). Paga-se R$5,00 para visitá-la.

Casa da Pólvora, João Pessoa

Casa da Pólvora

Igreja São Francisco, João Pessoa

Igreja São Francisco

Igreja São Francisco, João Pessoa

Igreja São Francisco

Continuando à direita, há um Rota de Pedestre que passa por diversas outras igrejas, casas coloridas, praças e prédios históricos. Depende da disposição e interesse do turista.

Centro Histórico, João Pessoa

Mangai, João PessoaJá passava da hora do almoço, então encerramos nosso passeio e pegamos um táxi para o Restaurante Mangai, de comida regional, em Manaíra (Av. Edson Ramalho, nº 696). Para mim, uma viagem não é completa sem provar as comidas tradicionais do local. O Mangai nos proporciona provar um pouco de tudo que a Paraíba nos oferece em termos gastronômicos, em uma única refeição. Sucos de frutas regionais, buffet com todas as comidas locais e “comida normal” para quem não curte aventuras gastronômicas, e um buffet de doces de acabar com qualquer dieta. Ainda há uma lojinha para você levar algumas das delícias ou um souvenir de última hora pra casa.

No último dia em João Pessoa, fomos ver o pôr-do-sol na Praia do Jacaré.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s