Campina Grande e a Festa de São João além do Parque do Povo

Campina Grande, São João

No post anterior, contei sobre a festa de São João no Parque do Povo. Mas há mais em Campina Grande para ver, principalmente nesse período festas juninas.

No dia seguinte, antes de ir embora, fizemos uma passada rápida na lagoa e Bar do Cuscuz (bem perto do Parque do Povo, onde rola a cerveja, forró e comidinhas durante todo o dia antes da atração principal da cidade), e na Vila do Artesão (que abriga cerca de 300 artesãos, tem 77 lojas, espaço destinado a dança, apresentações folclóricas e exposições, praça de alimentação. Rua Almeida Barreto, S/N , São José).

Campina Grande: Bar do Cuscuz, Escultura na beira da Lagoa e Vila do Artesão

Campina Grande: Bar do Cuscuz, Escultura na beira da Lagoa e Vila do Artesão

Eu tive que ir embora porque tive problemas com meu grupo, que não quis ficar mais. Mas eu havia pesquisado outras atrações, que pretendo voltar pra ver. Mas deixo aqui como referências:

Locomotiva Forrozeira – ou Expresso do Forró, faz parte da programação do São João. É um passeio de trem que ocorre nos fins de semana e feriados do evento, sempre saindo às 10h e retornando às 15h. Sai da Estação Velha, onde fica o Museu do Algodão, em Campina, e vai até o distrito de Galante. São 08 vagões decorados, cada um animado por um trio de forró pelo percurso de 1h30, que possuem bares, banheiros, equipe médica e segurança. Chegando ao Distrito de Galante, que fica lotado de turistas, o forró e quadrilhas juninas tomam conta das ruas, pavilhões, bares e restaurantes. São diversos shows e atrações, comidas típicas, e ainda passeios de charrete pelo local.

Villa Forró – Ocorre uma festa com bandas mais famosas e é pago. Começa às 16h e termina à meia-noite. É bom ir cedo porque costuma haver trânsito para chegar e a estrada não é muito boa. É um “esquenta” pro Parque do Povo.

Sítio São João – Um cenário rural de 800m², no Arraial Luiz Gonzaga. A ideia é reproduzir o cenário do interior nordestino. Fazem parte uma Igreja, bodega, Casa de Farinha e a casa do morador, com utensílios e ferramentas utilizados na época.

Ainda em Campina Grande: Feira Central de Campina Grande (com castanhas in natura, temperos típicos e artesanatos regionais). Não deixe de provar a cachaça brejeira (a verdadeira!), pinga com melado no caneco, e de fotografar com as estátuas de Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga.

lagoa, Campina Grande

Panorâmica da lagoa, em Campina Grande

O Blog Diário de Mochileiro conta sobre o melhor café da manhã de Campina Grande.

Saiba mais sobre a festa de São João de Campina Grande no site oficial. Ou em outros blogs, como o Viagem em Cena.

Querendo continuar a festa, a 145Km (~2h30 de carro) fica Caruaru, já no Pernambuco. Caruaru disputa com Campina Grande a maior festa de São João. Vale conferir e tirar as próprias conclusões.

Querendo curtir tranquilidade e cenários fantásticos, a 150km pro interior da Paraíba, fica o Lajedo do Pai Mateus, na região do Cariri.

2 opiniões sobre “Campina Grande e a Festa de São João além do Parque do Povo

  1. Eita! Cuidado com essa história de nossa carne de charque também era feita de jumento e Burro. Moro aqui há cerca de 50 anos e nunca comi essa carne, nossa carne vem do mesmo lugar dos outros Estados. Burro e jumento é quem deu essa informação a vc. Agradeço aos elegios seu à minha querida cidade de C. Grande. Gostei dos comentários. Maurício.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s