7 Dicas de Como Viajar em Grupo e não se Estressar

viajar em grupo

Grupo adulto, em Buenos Aires: cumprir horários é um gargalo em viagens com excursão de adultos

O homem é uma espécie social, mas viver em grupo é complicado. Viajar em grupo é também difícil, principalmente em grupos heterogêneos. Quanto maiores as diferenças (de idade, gostos, condições físicas e financeiras, etc.), maiores as discordâncias e o estresse.

Passei por 2 problemas esse ano em viagens em grupo que me fizeram escrever esse post. Na 1ª, uma viagem de carro por 12 dias pelo sul do Brasil e Uruguai, o planejamento foi feito em cima da hora e corrido. Planejamos mal o tempo diário de viagem, baseado apenas na distância fornecida pelo Google Maps, e na hora, além do maior tempo, um dos motoristas não se sentiu confiante em pegar o volante e sobrecarregou os outros 2. Acabou ficando cansativo demais. Na 2ª, fomos conhecer Campina Grande e o maior São João, uma festa noturna e popular (cheia) com um idoso no grupo, que dorme super cedo e odeia tumultos. Lógico que não ia dar certo, e não deu. Ele quis voltar antes da viagem, porque não gostou de nada. Nos dois casos, a harmonia do restante da viagem foi comprometida.

viajar em grupo

Quando o grupo se dá bem, as viagens são sempre ótimas!

Viajar em grupo traz muitos benefícios, como dividir o valor de passeios, guias, aluguel de carros e até diárias em hospedagens, e assim diminuir o valor individual da viagem. E também ter companhia, compartilhar experiências, conhecer melhor os companheiros e fortalecer amizades. Mas como conviver com o outro nem sempre é fácil, aqui estão algumas dicas sobre Como diminuir o estresse em viagens em grupo:

1 – Escolha as companhias: Se for possível escolher, prefira viajar com quem você tenha afinidades, estilos parecidos, e que você já tenha viajado antes sem problemas. Grupos menores são melhores de organizar.

2 – Planejem previamente juntos: Converse com todo o grupo antes da viagem e definam roteiro, horários, hospedagens, transportes, e principalmente o orçamento disponível/esperado. Esse é o momento de ser flexível e conciliar, incluir o que cada um não quer abrir mão e retirar o que pode abrir, ceder para haver consenso. Diferentes objetivos, diferentes expectativas, diferentes orçamentos e estilos de viagem devem ser detectados nesse momento. Se não for possível conciliar, melhor viajarem separados. Todos devem concordar com o roteiro final. Quanto maior a participação e sugestão de todos, maior a chance de dar certo. Esse é um gargalo importante, muitas vezes o grupo deixa na mão de um ou poucos a escolha de todo o roteiro, e aí quer reclamar depois.

3 – Excursões: Em viagens por agências, você não escolhe suas companhias, e a chance de ser um grupo heterogêneo é maior. Há um roteiro e horário definidos, e quando você compra o pacote, está automaticamente concordando. Se todos seguirem o combinado, diminui a chance de dar problema. O guia deve ter pulso firme e manter o combinado e a harmonia do grupo. Já viajei muito em excursão, de jovens e de adultos, e sempre foram experiências boas ou satisfatórias. Fiz inúmeros amigos que tenho até hoje.

viajar em grupo

Grupo jovem, em Blumenau: excesso de bebida é um gargalo em viagens com excursão de jovens. Mesmo assim fiz muitos amigos em anos viajando com a Carnafolia

4 – Separem-se em alguns momentos: É importante haver liberdade para cada um fazer parte do roteiro separados. É uma boa saída para quando o estresse aparecer também. Numa mesma cidade, por exemplo, parte do grupo pode ir a praia enquanto outra parte prefere fazer trilhas, ou visitar museus, fazer compras, ou ficar no bar. Combinando horários, e se encontrando depois no jantar ou no hotel, pode fazer bem pro grupo. Em viagens de excursão, normalmente há “dias livres” sem atividade pré-definida ou com algumas opções, e cada sub-grupo escolhe o que achar melhor. Em Buenos Aires, a excursão em que eu estava foi fazer city tour e eu preferi visitar o Zôo de Lujan. Fui ao Panamá e Costa Rica em 2 casais, ficando em hotéis diferentes e nos separando em algumas cidades e nos encontrando em outras, foram ótimos os momentos que passamos juntos!

viajar em grupo

Nos separamos do grupo da excursão em Buenos Aires para ir a Lujan, onde conhecemos novos amigos

5 – Motivos de desavenças: Quando alguém(ns) não quer cumprir o roteiro ou qualquer item combinado. Qualquer alteração deve ser conversada com todos, e deve ser unânime, ou as desavenças vão aparecer. Na falta de unanimidade, o combinado deve ser seguido, ou deveria. Em excursões sempre há os que não cumprem o horário combinado, que querem dormir mais quando todos já estão prontos para sair. Em Campina Grande a alteração no roteiro que uma pessoa impôs ao grupo deixou o clima ruim.

6 – Motivos de desavenças 2: Quanto mais independente financeiramente for o grupo melhor. Cada um deve pagar sua conta no hotel, no restaurante, etc. Quando for necessário dividir as contas, melhor fazer sempre na hora. Acumular as contas com uma só pessoa, ou cada um ir pagando alguma coisa e no final dividir, costuma ser motivo de desentendimento.

Nem sempre as viagens são só flores. Eventualmente ocorrem momentos de estresse, pressão, dificuldades. Pessoas maleáveis, flexíveis e compreensivas sairão melhor de situações difíceis.

perrengues em viagem

Perrengues e situações inesperadas acontecem, o ideal é sair delas com bom humor. Empurrando carro no Pantanal.

Portanto, em qualquer situação, a dica final é sempre:

7 – Paciência: muita paciência sempre, além de bom senso, educação e respeito. Pessoas tem humores e personalidades diferentes, leve isso em consideração e respeite o outro. Sabendo lidar com o outro, a viagem tem tudo para ser ótima!

Leia mais:

5 opiniões sobre “7 Dicas de Como Viajar em Grupo e não se Estressar

    • Oi, Camila, tudo bem?
      Obrigada pela visita e comentário! 🙂
      Eu sempre viajei muito sozinha. Tem muitos prós, não é mesmo? Mas em situações em que não dá pra fugir dos grupos de amigos e família, as dicas são o melhor caminho para fugir de estresses, rs.
      Abração

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s