Santiago, Chile – Roteiros e Dicas Gerais

Bandeira ChileSantiago é a capital e maior cidade do Chile, tendo cerca de 5 milhões e meio de habitantes. É cosmopolita, tem o lindo visual da Cordilheira dos Andes e é a cidade com o 5º PIB da América Latina. É um importante destino turístico, principalmente devido aos centros de esqui nos arredores e às famosas vinícolas. Vou contar aqui os roteiros que fiz e dicas gerais da cidade.

Já contei que fui ao Chile 2 vezes, e curto demais. Na primeira vez passei 15 dias percorrendo desde o deserto do Atacama até o Cabo de Hornos, na Tierra del Fuego, passando 3 dias completos em Santiago, em 2014. Isso enquanto estava Viajando pela América do Sul por 30 dias. Depois fiz uma viagem de 15 dias só em Santiago (com bate-e-volta nos arredores), numa casa alugada com piscina, para passar a semana do réveillon + férias. Nessa última vez, repeti passeios preferidos, fiz outros que não havia feito, e tirei dias para descansar. O sol se põe tarde, depois das 20-21h, então o dia rende bastante. Nunca contratei guia ou agência, sempre fiz os passeios por conta própria, buscando informações em blogs.

Santiago e Cordilheira dos Andes

Cidade de Santigo do Chile e a Cordilheira dos Andes a emoldurando ao fundo, vista do Cerro Santa Lucia

Roteiros

1ª viagem (2014)

Dia 1 – Fiestas Patrias no Parque Inés de Suarez

Dia 2 – Vinícola Casas del Bosque, no Vale de Casablanca (tour e degustação completa, com almoço no restaurante Tanino, na vinícola) + Shopping Costanera Center + jantar no restaurante francês Baco

Dia 3 – City tour a pé: Plaza de Armas + Mercado Central + Mercado La Vega + Museu de Bellas Artes + Pátio Bella Vista + almoço no Restaurante Como Água para Chocolate + Museu La Chascona + Cerro San Cristobal + Zoológico de Santiago

Plaza de Armas, Santiago, Chile

Plaza de Armas, em Santiago

2ª viagem (2015/16)

Dia 1 – Chegada a tarde + feira em La Reina + compras no mercado Jumbo + jantar no Patio Bella Vista

Dia 2 – Centro Histórico: Palacio La Moneda (troca de guardas) + Centro Cultural La Moneda + Plaza de Armas + Catedral + Museu de Arte Pre-Colombiana + Barrio Paris Londres + Cerro Santa Lucia

Dia 3 – Vale de Casablanca: Vinícola Casas del Bosque (tour e degustação completa – Premium Tasting -, com almoço no restaurante Tanino, na vinícola) + Vinícola Emiliana (Tour Gê, degustação de 5 vinhos harmonizando com chocolates)

Dia 4 – Patio Bella Vista + Cerro San Cristobal + Zoológico de Santiago + Barrio Bella Vista

Dia 5 – Valle del Maipo: Vinícola Undurraga (tour + Museu + degustação) – (daria tempo de fazer outra vinícola no mesmo dia, como a Concha y Toro, ou Santa Rita)

Dia 6 – Barrio Yungay: Parque Quinta Normal + Museu Nacional + Museu de História Natural + Museu Memória e Direitos Humanos (um dos mais fodas que já fui na vida!!!) + jantar no Baco

Dia 7 – Vinícola Concha y Toro (tour com degustação + degustação Marquês com harmonização de frios) + Shopping Costanera Center + Sky Costanera

Dia 8 – Parque de Las Esculturas + almoço Liguria + Parque Padre Hurtado + jantar no Astrid e Gaston

Dia 9 – Vina del Mar: praia Renaca ver leões-marinhos, Museo Fonk, Castillo Wulff + Valparaíso: La Sebastiana, no Cerro Bella Vista

Dia 10 – Parque Bicentenario + almoço no Restaurante Mestizo + Parque Arauco

Vina Undurraga

Vinícola Undurraga, no Vale del Maipo, nos arredores de Santiago.

Ainda não fiz passeios de esqui nos arredores de Santiago. Pretendo voltar lá para esquiar, fazer outros novos passeios e repetir os preferidos. E tomar muito vinho, sempre!. (A Chris nos contou sobre esqui no post Aberta a temporada de esqui no Chile – dicas!)

Informações Úteis

Transporte: Na 1ª vez em Santiago, estávamos no Centro por 3 dias e fizemos praticamente tudo a pé ou de táxi. Para ir ao Vale de Casablanca, usamos ônibus + táxi. Na 2ª vez, usamos bastante ônibus e metrô, comprando o cartão de transporte. Mas também usamos bastante Uber, principalmente para sair a noite. Para ir a Vina del Mar e Valpo, alugamos carro. Para as vinícolas não dá pra ir de carro porque todos estavam bebendo, e além de ser imprudente, em Santiago tem blitz de lei seca também. Então usamos ônibus + táxi. Cuidado com taxistas, pois têm fama de adulterar o taxímetro. Prefira Uber.

Onde se hospedar: Para a viagem de 3 dias em Santiago, foi melhor me hospedar no Centro e fazer as coisas a pé. Então fiquei no Trivento Apparts, reservado via Booking.com. Para a estadia mais longa e viagem em grupo, reservamos uma casa pelo airbnb no bairro La Reina, bem perto de Las Condes. Dali pegamos ônibus ou Uber para todos os lugares que fomos.

Segurança: Tanto nos transportes quanto andando pelo Centro ou qualquer outro bairro de Santiago, mesmo a noite, nunca me senti insegura. Mas como em toda cidade grande, não dê mole com seus pertences, não manipule muito dinheiro na rua, e não use muitas jóias. Não há muitos relatos de assaltos armados, mas sim de “mão-leve”. Então cuidado com bolsa e celular. Confira os trocos quando comprar algo, há histórias de não devolverem a quantia certa à turistas distraídos.

Tomadas: O padrão de tomadas no Chile é a de 3 pinos redondos paralelos, ou 2 pinos. A tomada de 2 pinos brasileira (padrão antigo), encaixa perfeitamente. Para o nosso padrão atual, ou os 2 pinos chatos, é necessário levar adaptador.

Câmbio: Eu costumo sacar dinheiro no local, no caixa eletrônico direto da minha conta, pois a conversão já é feita na hora. Para fazer câmbio de reais ou dólar, há uma boa casa de câmbio no 1º andar do Shopping Arauco.

Quando ir: Santiago tem clima temperado. As estações do ano são bem marcadas, inverno chuvoso com temperaturas baixas e verão seco com sol. Não costuma nevar na cidade, só nas cidade ao leste. Você pode ir no inverno para aproveitar a temporada de esqui nos arredores e tomar bastante vinho. Ou ir no verão para aproveitar os parques, o litoral próximo, visitar as vinícolas e tomar bastante vinho. Vinho chileno sempre, né?

Não deixe de… provar a Comida Típica Chilena, principalmente os pratos com palta (o uso do abacate em pratos salgados é divino!). Visitar alguma vinícola e fazer degustação também é programa obrigatório.

Lembrancinhas: Compre vinhos nos principais supermercados de Santiago, você vai se surpreender com os preços! Há lindas jóias e bijuterias feitas com a pedra Lápis-lazuli, ou cobre.

Mais dicas você pode encontrar no blog-amigo Nós no Chile.

Santiago

Palácio do Governo em dia de troca de guarda

 

Leia também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s