Malta, um pequeno país-ilha no Mar Mediterrâneo

bandeira de Malta

Malta é um país! O menor país da Europa em população e área. É um arquipélago formado por 3 ilhas principais: Malta, Gozo e Comino. Está ao sul da Itália, no Mar Mediterrâneo.

Malta foi colônia britânica até 1964. Mas sua história remota a tempos pré-históricos. A ilha é habitada pelo menos desde 5.200 a.C. e possui vestígios muito bem preservados de toda essa incrível história. Foi habitada por fenícios, pela Ordem dos Cavaleiros de São João, sofreu com a II Guerra e com terremotos, mas continua linda!

Talvez você já tenha visto Malta na TV e nem sabe. A ilha foi cenário de vários filmes, como Gladiador, Guerra Mundial Z, O Conde de Monte Cristo, Tróia e Popeye (cuja vila cenográfica permanece montada e pode ser visitada), além de episódios da 1ª temporada de Game of Thrones. Mais recente estavam filmando By the Sea com Brad Pitt e Angelina Jolie.

Gozo-Azure-Windown

Azure Windown, na ilha de Gozo, em Malta. E esse azul mediterraneamente lindo! #semfiltro

O que eu fui fazer

Podia ser “só” turismo, pois vale a visita. Mas fui em intercâmbio (curso de inglês), atraída por clima mais ameno em pleno inverno do hemisfério norte e preços convidativos. Falarei mais sobre o intercâmbio aqui.

Como chegar

O trajeto mais usual é via Roma, com voos todos os dias e um bom preço. Mas há voos de várias cidades da Itália e de algumas capitais europeias.

Quando eu pesquisei, saiu mais em conta voar do Brasil para Roma por uma cia aérea grande (Air France, Alitalia, Air Europa) e então pegar uma low cost Roma – Malta (voo de 1h), mesmo tendo que pagar a mais antecipadamente por bagagem (a Ryanair, por exemplo, só permite uma bagagem de mão de 12kg + uma pequena bolsa pessoal, e qualquer bagagem de porão deve ser paga a parte, com opção de 15kg ou 20kg). Fiz pesquisas pelo Sckyscanner. Sempre confira os limites de bagagem impostos por cada cia aérea, tanto o peso quanto dimensões, e tanto para as bagagens de porão quanto as de mão. Pode fazer uma incrível diferença no valor final da passagem, caso você tenha ou não que pagar pela bagagem.

Dica importante: identifique sua mala, com tags e etiquetas externas e uma folha com seus dados dentro. Li sobre perderem bagagens em conexões nos aeroportos europeus.

Mdina, Malta

Entrada principal de Mdina, a antiga capital de Malta, uma linda e histórica cidade murada.

Seguro obrigatório e documentos

Malta faz parte da União Europeia e do Tratado de Schengen, que permite a livre circulação de pessoas entre as fronteiras dos países signatários. O que quer dizer que você vai passar pela imigração e ter o passaporte carimbado apenas 1 vez no 1º país que acessar durante sua viagem à Europa. Por exemplo, meu voo saiu do Brasil e fez escala em Paris para seguir para Roma. Mesmo não saindo do aeroporto, fui encaminhada para a imigração em Paris.

Playmobil Malta

Playmobil maltês. Há um parque temático do Playmobil na ilha!

Ao passar pela imigração, você deve ter em mãos (numa pasta):

  • passaporte válido por mais de 6 meses a contar da data que você vai SAIR da Europa
  • passagem de volta
  • comprovante de hospedagem (reservas impressas de hotéis ou carta-convite de amigo, parente, ou do alojamento da escola no caso de intercâmbio)
  • carta de aceite da escola com o período de duração do curso (no caso de intercâmbio)
  • certificado internacional de vacinação comprovando vacina de febre amarela em dia
  • comprovante de recursos ($) para o tempo de duração da viagem. O valor diário é uma dúvida e cada país tem sua regra, sendo que eu não sabia que faria imigração na França. Para Malta, por exemplo, já com a hospedagem e passagens de volta pagas, a imigração exige 25 euros por dia pelo período completo da viagem (28 na Itália). Você pode comprovar em espécie e/ou comprovante da casa de câmbio, saldo da sua conta bancária, extrato de cartão Travel Money, fatura com limite de compra/saque do cartão de crédito, tudo isso seu ou de alguém – um parente, patrocinador – anexando uma carta de patrocínio em inglês. Pode ser um pouco em cada opção dessas para somar a quantia.
  • e um Seguro Saúde que cubra despesas médicas no exterior (apólice e nº da apólice). Fiz o seguro gratuito pelo meu cartão de crédito, o que utilizei para comprar as passagens. Já é suficiente.

Não é necessário visto para permanência inferior a 90 dias.

Pode acontecer de não te pedirem nada disso, como aconteceu comigo: o atendente apenas carimbou qualquer folha do meu passaporte sem nem me olhar ou dizer qualquer palavra. Mas é bom estar prevenido com todos os documentos, já li sobre pessoas voltarem pro Brasil do aeroporto por estarem sem seguro saúde, por exemplo.

Valleta, Malta

Valleta, capital de Malta e também uma cidade murada, vista de Sliema

Moeda: Euro

Idioma: A ilha possui 2 idiomas oficiais, o maltês e o inglês.

Clima

No inverno faz um tempo ameno, com média de 17°C, podendo variar entre 5-20ºC. No início do ano, na Europa, faz frio! Em Malta o frio não é tão rigoroso quanto em Londres, por exemplo, porém ainda assim são necessários casacos, principalmente a noite. O vento faz a sensação térmica cair bastante. Costuma ventar bastante no inverno, principalmente perto da costa. Chove, mas pouco.

O verão é longo, com clima quente e seco, e médias de 30ºC.

LOVE, Spinolla Bay, St. Juians, Malta

Monumento LOVE em St. Juians, com a na Spinolla Bay ao fundo (e cadeados na grade). Como não amar?

Quando ir

Tanto no verão quanto no inverno Malta possui inúmeras atrações, pois além de praias mediterraneamente lindas, há muitas cidades históricas e templos bem conservados, museus, etc.

Sou carioca vivendo 3 anos no Amazonas, portanto tenho nenhuma resistência a frio. Mas sobrevivi ao final de inverno e início da primavera, entre fevereiro e abril.

O clima fica mais quente a partir de maio e quem quer curtir praia mesmo, os meses mais quentes são de junho a setembro, quando é alta temporada na ilha (e os preços estão mais altos). Evite as férias de verão da Europa em agosto, quando tudo costuma estar super lotado.

Marsaxlokk, Malta

Típicos barcos coloridos em Marsaxlokk

Malta, Cruz

Cruz de Malta, em todos os lugares. (Esta na entrada do Museu de História Natural, em Mdina)

Quanto tempo ficar

Vejo em outros blogs pessoas contando que ficaram 2 dias, 3. Acho muito pouco para conhecer a ilha, caso você queira ver as principais atrações (e apenas as principais). De 5 a 7 dias já dá para conhecer melhor.

Com tantas dicas que tenho sobre Malta, como residente de 3 meses, separei as dicas gerais em 2 posts. A continuação com informações sobre transporte, onde ficar, segurança, compras, passeios, etc… está no próximo post. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s